Os benefícios para a saúde de quem deixa o alcoolismo para trás são amplamente conhecidos. Porém as finanças costumam se tornar melhores a partir do abandono do vício. O vício muitas vezes prende psicológica e financeiramente a pessoa a ponto de fazê-la não ver saída para os problemas e fazendo com que ela se sinta incapaz de realizar qualquer objetivo primário,

Veja como o alcoolismo impacta financeiramente a vida do dependente:

Os brasileiros bebem além da conta. Pelo menos é o que revela o recente relatório “Health at a Glance”, realizado em 2019 pela Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) cujos dados baseados no número de vendas de bebidas alcoólicas em 44 países, constatou um consumo médio de 6,3 litros de álcool puro por ano entre brasileiros com mais de 15 anos idade. Isso equivale a 71 garrafas de vinho ou 222 litros de cerveja por ano.

De maneira global, esses números preocupam pelo impacto que causam na saúde pública, gerando pacientes para tratamento de, ao menos, 200 tipos de enfermidades diferentes, males que variam de cirrose a câncer de mama. Segundo dados do Ministério da Saúde, no Brasil os custos anuais estão na casa dos US$ 8 milhões todos os anos.

O CUSTO PERSONALIZADO DO VÍCIO

Estima-se que cerca de 32% das pessoas que bebem regularmente afirmam ser incapazes de conseguir parar depois de começar a beber e ao menos 8% delas admitiram ter enfrentado problemas no trabalho por conta do hábito.

Um alcoólatra grave consome cerca de 5 drinks de uma vez pelo menos 5 vezes por mês, gerando um custo na casa dos R$ 400,00 pelo menos. As consequências econômicas do uso de álcool são, portanto, muito significativas no orçamento de uma família e costumam comprometer, em média, 14% da renda familiar, segundo dados do Ministério da Saúde.

Isso significa que, em um ano, esses R$ 4.800,00 perdidos para manutenção do vício poderiam ser aplicados em uma viagem para a família ou na realização de alguma melhoria na casa.

Se você tem alguém próximo preso ao vício, perdendo a saúde e o dinheiro, NOALC pode ajudar. Saiba mais em nosso site www.noalcoriginal.com.br