Você sabia que quase 5% das mortes, em todo o mundo, são causadas pelo consumo de álcool? E esse número chega perto de mortes relativas, por exemplo, à violência.

Apesar de se saber que o álcool pode causar profundos efeitos no organismo, as pessoas não querem ou não conseguem deixar o vício.

Muitas, inclusive, acreditam que nunca serão atingidas pelos malefícios proporcionados pelo consumo de bebidas alcóolicas de forma crônica.

Como o fígado é órgão humano que mais sofre com o álcool, visto que ele é o responsável pela metabolização dessa substância, é preciso entender o que pode ocorrer com ele se você não parar de beber.

Sendo assim, resolvi trazer este artigo contando quais os principais problemas no fígado ocasionados pelo consumo de álcool, beba você de forma moderada ou excessiva.

Acompanhe!

 

 

Problemas no fígado causados pelo consumo de álcool

O fígado e o metabolismo do álcool

Como dito, o fígado é o órgão responsável pelo metabolismo do álcool, sendo capaz de transformar as moléculas de etanol em diversas substâncias menos nocivas, como o acetaldeído.

Apesar dessa capacidade do fígado de metabolizar o álcool, existe um determinado limite de quantidade dessa substância com a qual esse órgão pode trabalhar.

Quando o consumo de álcool é muito grande, isso começa a atrapalhar o funcionamento do órgão, causando problemas no fígado, que começam como pequenas lesões presentes nas células hepáticas.

A medida que esse consumo não diminui, mais lesado o fígado vai se tornando, o que acarreta no desenvolvimento de algumas doenças.

Veja agora quais são os problemas no fígado ocasionados pelo consumo de álcool.

 

 

Esteatose hepática alcóolica (conhecida também como ASH ou fígado gorduroso)

A esteatose hepática alcóolica (ou ASH ou fígado gorduroso) é uma condição clínica ocasionada pela produção e deposição de células de gordura sobre o fígado de pessoas que fazem consumo frequente de álcool.

Dentro dos problemas no fígado ocasionados pelas bebidas alcóolicas, essa pode ser considerada como aquela “mais leve” ou como o primeiro estágio.

Quando o indivíduo continua a beber, depois de desenvolver gordura no fígado, a doença pode avançar e passar para um próximo estágio mais perigoso.

Por outro lado, se ele interromper o consumo de álcool ainda nessa fase, a função do fígado não será afetada e irá voltar ao normal.

 

 

Hepatite alcoólica

O fígado pode ser acometido pelos vírus da hepatite, o que ocasiona uma grave doença que pode levar a perda da função hepática, quando não tratada.

Existe outro tipo de hepatite que é tão perigosa ao fígado quanto às outras, que é a hepatite alcóolica, ocasionada pelo consumo frequente de álcool.

Essa doença é causa por uma inflamação ocasionada no tecido do fígado, que pode levar também à destruição do mesmo, quando alguém bebe de forma frequente.

A hepatite alcóolica provoca sérios problemas ao organismo, com sintomas de incluem desde náuseas até problemas de confusão mental em estado avançado.

É possível contê-la com o tratamento e também com o paciente parando de beber, mas caso não seja tratada, esse problema no fígado pode levar à morte.

 

 

Cirrose alcóolica

Quando as células do fígado estão muito lesadas, começam a aparecer as chamadas “cicatrizes”, que nada mais é do que aparecimento de fibroses no tecido hepático de forma extensa.

Essas fibroses levam à perda da função do fígado, o que acarreta em problemas em diversos outros órgãos do corpo, como os rins, o coração e até o cérebro.

Parar de beber e fazer o tratamento correto pode levar a uma estabilização do quadro, mas se o indivíduo continuar ingerindo bebidas alcóolicas, a cirrose pode causar sua morte.

 

 

Câncer de fígado

Um dos problemas no fígado mais graves ocasionados pelo consumo frequente de álcool é o câncer hepático.

Pessoas que fazem uso recorrente, e por um tempo muito longo das bebidas alcóolicas, podem vir a apresentar mais risco de ter câncer de fígado, visto que o álcool traz sérios danos inflamatórios ao órgão.

 

 

Conclusão

Como você viu, o álcool pode trazer muitos problemas ao organismo humano, principalmente se consumido de forma frequente.

Alguns dos problemas mais comuns são aqueles relativos ao fígado, órgão responsável pela metabolização dessa substância.

Neste texto, você pôde conhecer quatro problemas no fígado que são causados pelo consumo das bebidas alcóolicas de maneira recorrente, inclusive o câncer.

Para você que deseja parar de beber, uma das melhores opções é NoAlc, um suplemento vitamínico natural que ajuda a enfrentar a abstinência do álcool sem causar efeitos colaterais ao organismo.

Conheça tudo sobre o NoAlc acessando este link e veja como ele pode ajudá-lo a parar de beber (https://www.noalcoriginal.com.br/).

Gostou do artigo de hoje falando de tudo sobre os problemas no fígado causados pelo álcool?

Se você ficou com alguma dúvida sobre esse assunto, escreva-a abaixo nos comentários para que eu possa ajudá-lo.