O consumo de álcool pode prejudicar a fertilidade e dificultar a vida de quem deseja ter filhos
biológicos. Enquanto na mulher ele pode interferir em fatores como a produção de hormônios,
no homem, há indicativos de que as bebidas alcoólicas possam prejudicar a qualidade e
motilidade dos espermatozoides. Portanto, reduzir o consumo de álcool é essencial se você
está tentando ter um bebê.
QUANTO MAIS VOCÊ BEBE, MAIS RISCO PARA O FETO
Um estudo conduzido pela “Reproductive Medicine Associates” sobre os hábitos de mulheres
nos meses antes de começarem o tratamento de fertilidade, descobriu que mesmo pequenas
quantidades de álcool, como três taças de vinho por semana, podem reduzir a capacidade de
engravidar em dois terços.
A pesquisa indica, ainda, que no homem, o álcool reduz os níveis de testosterona e a qualidade
e quantidade do espermatozoide. Já nas mulheres, pode afetar a produção hormonal, afetar as
características sexuais e suspender a ovulação ou a qualidade dos óvulos.
O ideal é que o casal adote hábitos saudáveis, entre eles a redução de ingestão de bebidas
alcoólicas, ressaltando ainda que o álcool ocasiona a não só possibilidade de diminuir o desejo
sexual masculino, mas também o atrofia das células produtoras de testosterona e pode causar
impotência pelos danos causados à irrigação sanguínea ligada a ereção.
Por sua vez, na mulher, interfere nos hormônios femininos, causa problemas de ovulação e, em
caso de implantação de um embrião, aumenta o risco de abortamento.
Além disso, o contato com as bebidas alcoólicas é a cada dia mais precoce. Muitos jovens não
se dão conta dos efeitos que esse consumo podem causar à longo prazo. O processo fértil,
como todo e qualquer atividade humana, exige muito da participação de hormônios e
glândulas. A ingestão precoce de álcool pode interferir diretamente no funcionamento desses
órgãos e funções.
Em mulheres com idade a partir de 40 anos, a fecundidade mensal se reduz a 5%. Mesmo aos
25 anos, no auge da capacidade de reprodução, a mulher que abusa do álcool tem a chance
de uma gravidez equiparada a de uma mulher de 40. Por sua vez, os homens jovens que
consomem bebidas alcoólicas, mesmo que moderadamente, podem ter a qualidade do
esperma prejudicada.
Se você tem alguma familiar preso ao vício, NOALC pode ajudar. Saiba mais em nosso site
www.noalcoriginal.com.br