Cada caso é um caso. Esta frase se aplica também quando falamos sobre as causas e os fatores que levam ao alcoolismo, doença complexa cujos fatores determinantes vão desde condições psicológicas até aspectos sociais.

Dentre as causas do alcoolismo alguns fatores internos como genética, condições psicológicas, personalidade, escolha pessoal e histórico de bebida aliados a fatores externos como família, meio ambiente, religião, normas sociais e culturais, idade, educação e status do trabalho.

Porém é verdade que nenhum fator isolado, nem grupo de fatores, determinará se alguém se torna ou não alcoólatra.

Fato é que algumas condições psicológicas como depressão e transtorno bipolar aumentam muito a probabilidade de alguém desenvolver alcoolismo. Pesquisas dão conta de que mais de 40% dos pacientes bipolares abusam ou são dependentes de álcool e aproximadamente 20% dos que sofrem de depressão abusam ou são dependentes de álcool.

Geralmente as pessoas com doenças psicológicas recorrem ao álcool como um método para lidar com a doença.

Pesquisas apontam que algumas personalidades são mais propensas a desenvolver alcoolismo do que outras como é o caso de pessoas que costumam levar uma vida desregrada com muitas festas, estas facilmente adquirem o hábito de se embriagarem.

Se você tem alguém próximo preso ao vício, NOALC pode ajudar. Saiba mais em nosso site noalcoriginal.com.br