O consumo de álcool é um assunto que sempre está na mídia, à medida que vão sendo publicados novos estudos criticando ou amenizando essa prática.

Aqui no Brasil, a média de consumo anual de álcool por pessoa é em torno de 8 litros, o que o coloca como um dos maiores países consumidores dessa substância.

Isso demonstra que é preciso uma atenção maior dos órgãos públicos de saúde em relação ao consumo de bebidas alcóolicas, visto que essa média tende a aumentar até 2025.

Mas o que deixa os brasileiros mais em dúvida é se beber faz mal à saúde ou se é apenas um mito, levando-se em conta que existe muita desinformação rolando pela internet.

O que você acha? Beber faz mal à saúde: mito ou verdade?

Este artigo tem o objetivo de esclarecer esse assunto de uma vez por todas e conscientizar a população sobre quais os reais efeitos do consumo crônico de álcool.

Acompanhe!

 

 

Beber faz mal à saúde: mito ou verdade?

Consumir bebidas alcóolicas faz mal à saúde ou não?

A resposta é afirmativa: beber faz mal à saúde sim!

A médio e a longo prazo (e até a curto prazo, no caso dos acidentes em veículos ocasionados pela embriaguez e os sintomas da ressaca), o consumo de álcool traz muitos danos à saúde.

Apesar de muitas matérias pela internet demonstrarem que existe um determinado consumo de álcool que seria “seguro” para a saúde, não existe uma especificação certa sobre isso da Organização Mundial da Saúde.

O álcool intoxica o organismo, principalmente o fígado e os rins, causando diversos sintomas de curto prazo, como dor de cabeça, cansaço e náuseas (os sintomas da famosa “ressaca”).

A médio e longo prazo, como você verá adiante, os danos à saúde são muito piores, podendo incluir problemas circulatórios e até vários tipos de câncer.

A seguir, você verá quais são os principais resultados que o consumo crônico de álcool pode causar no seu organismo.

 

 

Como as bebidas alcóolicas afetam o organismo humano?

O álcool é uma substância química de extrema dificuldade para ser metabolizada, sendo esse trabalho principal do fígado.

O tempo médio para metabolização de uma dose de qualquer bebida alcóolica, como uma latinha de cerveja (350 ml), é de 1 hora, o que significa que beber 10 latinhas irá fazer com que seu organismo demore 10 horas para metaboliza-las.

Assim, dá para perceber a sobrecarga que o fígado sofre quando você consome álcool, o que a médio e longo prazo pode levar ao desenvolvimento de problemas como esteatose hepática, cirrose e câncer de fígado.

O pâncreas é outro órgão que sofre bastante com o consumo de bebidas alcóolicas, visto que é responsável pela produção e liberação de insulina, e seu uso constante pode levar ao surgimento de uma pancreatite.

Os rins também são muito atingidos, pois são eles que fazem a filtração final do álcool (etanol), o que em excesso causa desregulação do órgão e dos hormônios envolvidos.

Consumir bebidas alcóolicas também afeta bastante o sistema nervoso, o que a longo prazo pode causar dependência e alcoolismo.

Outros sistemas ou órgãos que são afetados pelo consumo de álcool são os pulmões, o sistema hormonal e o sistema cardiovascular.

 

 

Conclusão

Como você viu, o consumo de bebidas alcóolicas faz muito mal à saúde, atingindo todo o organismo humano de uma forma geral.

Diferentemente do que muitos dizem, não há uma dosagem segura que não faça mal, portanto, o mais recomendado é evita-las.

Para quem está tentando parar de beber e ainda não conseguiu êxito, o NoAlc é um suplemento vitamínico que auxilia quem está tentando tratar-se contra o consumo excessivo de álcool.

Se você quiser saber mais sobre esse produto, acesse o site (https://www.noalcoriginal.com.br/) e conheça as vantagens deles.

Gostou do artigo de hoje falando de tudo sobre se beber faz mal à saúde?

Se você ficou com alguma dúvida sobre esse assunto, escreva-a abaixo nos comentários para que eu possa ajudá-lo.