O álcool é amplamente utilizado por jovens. Beber excessivamente, dirigir alcoolizado e
fazer sexo sem proteção podem ser resultado do consumo de álcool.
No Brasil, o álcool é a droga mais usada e contribui para todas as principais causas de
morte de jovens e o consumo está cada vez maior entre as meninas que estão
consumindo com mais regularidade.
Segundo a última edição da Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (PeNSE), em
média, a primeira experiência da garotada com o álcool acontece cedo por volta dos 12
anos de idade.
É difícil evitar que os adolescentes experimentem álcool, mas os pais e responsáveis
podem encorajar hábitos de consumo razoáveis.
Como os pais podem incentivar o consumo responsável
Estudos têm mostrado que os modelos de papel mais influentes para as crianças são
seus pais e responsáveis. As crianças aprendem por imitação, por isso é importante
demonstrar um comportamento sensato de beber, como:
Beba moderadamente ou não beber absolutamente nada
Não beba toda vez que você se socializar
Nunca beba e dirija
Ensinando a beber de forma responsável
Como pais e responsáveis, você não pode impedir que os jovens experimentem álcool,
mas você pode encorajar hábitos de consumo razoáveis.
As sugestões incluem:
Seja um bom modelo.
Ensine seu filho sobre o álcool desde tenra idade.
Ajude-os a entender que o estresse pode ser tratado de uma forma saudável, sem
envolver álcool.
Explique as desvantagens do consumo excessivo de álcool (como vômitos, tontura,
desmaios e ressacas).
Eduque seu filho adolescente sobre as ligações entre beber e comportamento de risco
– como o aumento do risco de acidentes e lesões, e como o álcool afeta a capacidade
de tomar decisões.
Ensine a seu adolescente táticas sensatas, como de que maneira recusar o primeiro
gole de bebida, seguir as recomendações de bebidas padrão, se controlar, alternar
bebidas alcoólicas com bebidas não alcoólicas e não beber com o estômago vazio.
Fale sobre os perigos de dirigir sob o efeito do álcool – planeje algumas alternativas
(como pegar transporte público, motoristas designados ou ligar para casa).
Incentive seu filho adolescente a conversar com os amigos sobre os perigos do álcool,
para que possam descobrir maneiras de cuidar uns dos outros.
Evitando que os jovens bebam de forma arriscada
De acordo com pesquisas, existem muitos fatores importantes para ajudar a reduzir a
probabilidade de um jovem se envolver em bebidas alcoólicas de risco.
Além de ser um bom modelo, as maneiras sugeridas pelos pais e responsáveis podem
ajudar seus filhos são:
Tente ter um bom relacionamento – incentive a comunicação aberta.
Ajude-os a sentir que pertencem à família, à escola ou por meio de atividades e
hobbies (como um clube esportivo).
Reforce as conquistas e experiências positivas na escola.
Incentive-os a ter um relacionamento de apoio com um adulto de confiança fora da
família (como um parente ou amigo mais velho que sirva de boa influência).
Incentive-os a procurar oportunidades de contribuir com sua comunidade.
Ajude-os a se sentirem respeitados e cuidados.

 

PROCURANDO TRATAMENTO?

Se você não suporta mais lidar com este problema sozinha, ZeroEthyl é a ajuda que você tem buscado.
ZeroEthyl é 100% natural, testado e aprovado pela ANVISA sob o número
6.04.572-1 – RCD/ANVISA 27/2010. Acesse: https://www.zeroethyl.com.br